Cometa Philae poderia ser o lar de vida alienígena

cometa-vida-alien

Astrobiólogos sugeriram que o cometa 67P poderia ser casa para a vida de micro-organismos extraterrestres.


A revelação potencialmente inovadora é baseada em uma análise de algumas das características da superfície mais incomuns do cometa como sua crosta preta e cratera de lagos orgânicos gelados.

Dr. Max Wallis, da Universidade de Cardiff e colega Professor Chandra Wickramasinghe apresentou provas sugerindo que essas características são fortemente indicativas de micro-organismos extraterrestres que vivem sob o gelo.

“Rosetta nos mostrou que os cometas não podem ser vistos como um corpo inativo ultracongelado, mas algo que suportou processos geológicos e poderia ser mais hospitaleiro para micro-vida do que regiões árticas e antárticas”, disse Wallis.

Philae e Rosetta tem revelado provas de moléculas orgânicas complexas e misteriosos processos responsáveis por suas particularidades geológicas.

“Estes não são facilmente explicados em termos de química pré-biótica”, disse o professor Wickramasinghe. “O material escuro está constantemente fervido pelo calor do sol. “Alguma coisa deve estar fazendo isso em um ritmo bastante prolífico.”

Comente!