Cientistas estão intrigados com dois novos buracos gigantes que surgiram na Sibéria

buraco-1

Cientistas descobriram dois novos buracos gigantes na Sibéria, semelhantes ao misterioso buraco que surgiu há duas semanas.


As novas crateras são menores do que a primeira, mas elas compartilham estruturas bem parecidas. Os cientistas ainda estão intrigados com a origem destas formações.

Os novos buracos foram encontrados próximos de Antipayuta no distrito Taz. Uma das crateras tem um diâmetro de 15 metros e está localizado a poucas centenas de quilômetros de distância da primeira, também na Península de Yamal.

Sua aparência parece revelar o resultado de uma explosão subterrânea. Segundo moradores, o buraco foi formado em 27 de setembro de 2013.

Moradores relatam histórias contraditórias sobre suas formações. Enquanto alguns relatam um flash brilhante, outros dizem que um corpo celeste caiu lá.

A segunda cratera foi encontrada por pastores perto de Nosok, na região de Krasnoyarsk. Tem um diâmetro de 4 metros e uma profundidade estimada entre 60 e 100 metros. Moradores dizem que buraco tem uma forma de cone perfeito.

Especialistas afirmam que o cone é tão perfeito que não poderia ser uma formação natural.

buraco-2

3 Replies to “Cientistas estão intrigados com dois novos buracos gigantes que surgiram na Sibéria

Comente!