Usina nuclear de Fukushima pode tornar hemisfério norte inabitável

radiacao

Em um artigo no Huffington Post, um professor da universidade de Yale fez criticas a empresa japonesa TEPCO que opera a usina de Fukushima e diz que operação, que acontecerá em novembro, se mal sucedida, poderá afetar a América do Norte, Oceania e toda a Ásia.


O professor se mostrou preocupado com a radiação emitida pela usina caso um erro seja cometido por seus técnicos. “Se as 1.300 varetas de combustível da Unidade de Reator 4, que está altamente danificada, não forem mantidas resfriadas e separadas umas das outras, será preciso evacuar as áreas próximas, incluindo Tóquio e toda a humanidade estaria ameaçada por milhares de anos", disse ele.

A radiação seria 15 mil vezes o que foi liberado nos bombardeios em Hiroshima, na Segunda Guerra. E explosão do Reator 4 também poderia ameaçar o próprio Japão e os países vizinhos, também ameaça a costa leste dos EUA, do México e da América Central. Devido aos ventos radioativos, os moradores dessas regiões  teriam que ficar dentro de casa com janelas e portas completamente lacradas,

O professor disse ainda que o problema poderá ser tão sério que ele já teria planos para se mudar com sua família para o hemisfério sul para caso ocorra uma execução mal planejada. Ele diz que o hemisfério sul será também afetado pela radiação, mas em menor quantidade.

Via Revista Galileu

2 Replies to “Usina nuclear de Fukushima pode tornar hemisfério norte inabitável

Comente!