Cientistas crescem ‘cérebros humanos’ em laboratório

mini-cerebro

Os cérebros são do tamanho de uma ervilha e serão utilizados para ajudar à pesquisa sobre distúrbios neurológicos.


Conhecido como organóides cerebrais, os pequenos cérebros foram cultivados através de um processo complexo de células estaminais embrionárias ou células epiteliais adultas.

Gotas de gel foram usadas para fornecer um andaime para que o tecido possa crescer quando combinada com uma solução de nutrientes especiais.

Pesquisadores acreditam que os organóides completos, com muitas das mesmas regiões que um cérebro totalmente desenvolvido, tais como o córtex cerebral e o hipocampo, oferecem uma representação bastante precisa para o cérebro de um feto de nove semanas de idade.

"Nossos organóides poderão modelar o desenvolvimento do cérebro e permitir um estudo sobre qualquer coisa que cause um defeito em seu desenvolvimento", disse o pesquisador Dr. Juergen Knoblich.

"Em última análise, gostaríamos de avançar para outras doenças mais comuns, como esquizofrenia ou autismo. Eles normalmente se manifestam apenas em adultos, mas tem sido demonstrado que os defeitos subjacentes ocorrem durante o desenvolvimento do cérebro."

Comente!