Crescem casos de amebas que comem cérebro nos EUA

lago

Incidentes envolvendo um organismo amebiano fatal – que janta seu cérebro – estão aumentando nos EUA.


Conhecido pelo seu nome científico, Naegleria fowleri, as amebas que se alimentam de cérebro são geralmente muito raras, mas graças a temperaturas mais quentes ela parecem experimentar uma verdadeira "rebelião".

Encontrado em água doce, os organismos podem ser inalados por nadadores, fazendo um caminho para o cérebro da vítima e caindo diretamente em seu fluido cerebral.

Invariavelmente isso se revela fatal pois até à data não há nenhum tratamento eficaz conhecido.

Tais casos tem aumentado a preocupação entre os cientistas de que um aumento no número do organismo poderia levar a um maior número de mortes no futuro.

"Pode-se certamente dizer que é uma preocupação nossa", disse Jonathan Yoder do Centro de Controle de Doenças (CDC). "Nós ainda estamos tentando entender isso."

É uma infecção fatal, sem um tratamento eficaz, e que atinge de forma horrível: um organismo amebiano escondido na água pode ser, inadvertidamente, inalado durante um mergulho em um dia quente de verão.

Comente!