Pesquisa sobre micróbio do ártico poderia ajudar na caça de ETs

nucleo-gelo

Um trabalho realizado nas camadas de gelo do Ártico poderia ajudar na busca por vida em outros mundos. Os cientistas vêm estudando as bordas das placas de gelo para investigar a liberação de metano, um gás que pode ser produzido por organismos vivos, ou por meio de processos geológicos.


Na busca por vida em outros mundos a capacidade de determinar se as emissões de metano está sendo produzido por organismos vivos é essencial.

Ambientes não muito diferentes das condições do Ártico aqui na Terra poderia existir outros mundos e ajudar os pesquisadores a identificar evidências de microorganismos semelhantes que podem ter evoluído em Marte, lua de Júpiter Europa ou Enceladus em Saturno, dizem os pesquisadores.

Além de funcionar como guia, a pesquisa das camadas de gelo poderia ajudar a localizar potenciais novas formas de vida.

Comente!