João de Deus, o médium que diz curar pacientes em Goiás

oprah-mediumJoão de Deus nasceu João Teixeira de Faria. Ele é goiano, alfaiate, não sabe ler nem escrever.
Tem quase 70 anos de idade e diz que é médium há mais de 50 anos.

Em 1976 abriu as portas da casa Dom Inácio de Loyola, onde, segundo conta, incorpora entidades espirituais capazes de operar como médicos, tratar e curar doentes.


“Que força é essa? Eu falo, é força de Deus. Porque eu não tive professor. Professor é Deus”, conta.
João de Deus chegou a visitar o ex-presidente Lula, no início do ano, no Hospital Sírio-Libanês, quando ele se recuperava de um câncer.

Os colaboradores de João de Deus também estão preparados para orientar as meditações em inglês e até em alemão.

As consultas não são cobradas. Mas ao lado da casa funciona uma farmácia, que só aceita pagamento em dinheiro

“Eu não tenho nada contra a igreja que recebe seu dízimo. Eu não tenho nada contra a doação que eles fazem para as igrejas. Cada um é a consciência da pessoa”, diz João de Deus.

Os métodos de João de Deus já foram questionados e viraram até caso de polícia. Está sendo investigada, a pedido do Ministério Público em Abadiânia, a morte da austríaca Marta Rauster, de 58 anos. Segundo testemunhas, no dia 2 de fevereiro passado, ela passou mal e morreu dentro da casa Dom Inácio de Loyola.

Os funcionários afirmam que, na data, João de Deus estava fora. O delegado que investiga o caso percebeu dois atos ilegais neste episódio.

Há poucos dias ele recebeu a visita de Oprah Winfrey, a apresentadora de televisão mais famosa do mundo, dona de uma fortuna de quase US$ 3 bilhões.

Depois da visita, Oprah contou aos jornalistas que, ao assistir a uma das cirurgias espirituais, pensou que fosse desmaiar. "Foi incrível, não tenho palavras", disse ela.

Comente!