A chuva gelatinosa em Washington, EUA

chuva-gelatinosa

Em agosto de 1994, a cidade de Oakville, em Washington recebeu uma chuva de uma substância gelatinosa, transparente que cobriu o lugar de aproximadamente 640 habitantes. Um oficial de polícia teve que parar a viatura pois a substância era viscosa e começou a ‘colar‘ no pára-brisa impedindo a visão.


No dia seguinte, caiu doente. Como disse ele na TV : "…de forma que nunca estive antes, como se meu corpo estive morrendo…". Uma outra senhora, também foi parar no hospital com muitas complicações. Visão embotada, tonteira, fraqueza e desmaio. Toda a cidade adoeceu. Uma espécie de gripe violenta que levou de um a dois meses para passar. Vários cachorros e gatos morreram. Uma moradora da cidade recolheu amostras da tal gelatina para análise.

O Dr. Mike Mc Dowell do Depto. de Saúde de Washington declarou que era algo que continha glóbulos brancos humanos e dois tipos de bactérias, que atingiam o sistema digestivo e que juntas estavam fazendo o estrago.

Especularam que deveriam ser excrementos humanos caidos de algum avião. A moradora descobriu que, por lei, tais excrementos são tingidos de azul para fácil reconhecimento e a substância era clara como água. Resolveram então mandar mais amostras para um laboratório independente.

Este concluiu que ‘estavam vivas‘ especulando sobre guerra germicida. Moradores declararam que achavam que estavam sendo testados secretamente… ‘para saber o quanto o corpo humano podia aguentar‘… Não existem mais amostras da substância para maiores investigações.

O exército e força aérea que, segundo os moradores, voam constantemente na região, em aparelhos pretos sem identificação, alegaram que haviam feito testes com bombas no mar e que estas tinham ‘triturado‘ águas-marinhas que foram levadas à margem, sugadas pela atmosfera e ‘chovidas‘ na região. "Acredite se quiser…"

Comente!