Pessoas baixas têm falta de genes

baixinha

Altura é em grande parte transmitida através das famílias, mas os cientistas só tinham conhecimento das características genéticas para explicar cerca de 10% da diferença entre as alturas das pessoas.


Os pesquisadores acreditam que a falta de cópias de genes ou outras seções do DNA poderiam ser o responsável por causar impacto genético na nossa altura.

As anomalias genéticas – conhecidos como variantes do número de cópia (VNC) – são alterações no cromossomo que significaria que uma célula tem muitas cópias ou falta de DNA, o ácido que contém o nosso código genético.

Em alguns lugares isso poderia dizer respeito a uma conexão dentro do cromossomo, mas em outros poderia ser a falta de um ou mais genes ausentes ou duplicados.

Alguns VNCs são comuns, mas outros só ocorrem em um número pequeno de pessoas.

Enquanto todo mundo tem pelo menos algumas dessas eliminações em seu genoma, que cobrem milhares de componentes individuais do DNA, outros têm vários milhões.

Dois estudos, que avaliaram 12.000 pessoas, pesquisadores do Hospital Infantil de Boston descobriram que para cada milhão de exclusões individuais, as pessoas perderam um oitavo de sua polegada de altura.

Dr. Joel Hirschhorn, que liderou o estudo, publicado no American Journal of Human Genetics, disse que apresentou um pequeno link, mas firme, entre a quantidade de material genético em falta e uma diminuição na altura.

"Cada exclusão tira algumas letras da seqüência de DNA – a maioria não tem efeito, mas alguns têm um efeito modesto”, explicou.

Comente!