Novo robô vai investigar se há vida em Marte

nasa-curiosity

O maior robô de exploração extraterrestre já construído pela Agência Espacial Americana, a Nasa, está indo em direção a Marte e teve um custo aproximado de US$ 2,5 bilhões. Dentre suas tarefas, ele irá investigar se há vida no planeta por dois anos.


Para chegar até o planeta vermelho, o robô irá percorrer mais de 570 milhões de quilômetros. Com aproximadamente uma tonelada e do tamanho de um jipe tradicional, o veículo de seis rodas é uma versão bastante aprimorada dos outros equipamentos já enviados ao planeta vermelho.

A máquina leva dez sofisticados instrumentos, entre eles uma furadeira e um equipamento a laser, para descobrir se Marte tem ou já teve alguma forma de vida. O robô, chamado oficialmente de Laboratório de Ciências de Marte (MSL, em inglês), é dotado de uma bateria nuclear de plutônio e, os cientistas responsáveis pela missão acreditam, tem capacidade para funcionar por mais de dez anos.

“A missão do MSL é incrivelmente importante para a agência, tão importante quanto a do Hubble” – afirmou o diretor do Programa de Exploração de Marte, Doug McCuistion, fazendo uma comparação do robô ao telescópio mais potente da agência.

Comente!