A lenda da Fera de Exmoor

fera-de-exmoor

O nome "Fera de Exmoor" foi cunhado na primavera de 1983, quando um animal predador matou uma ovelha pertencente a Eric Ley, de South Molton, Devonshire, Inglaterra. Nos dois meses e meio seguintes, Ley perdeu 100 ovelhas.


O agressor não atacou a presa na prate traseira, como fariam o cachorro e a raposa, e sim no pescoço, rasgando-o. As aparições da "Fera" remontam no mínimo ao início da década de 1970, mas só atraíram a atenção do público por ocasião das mortes ocorridas na fazenda de Ley.

No início de maio, os Fuzileiros Reais Britânicos foram à região, e o Daily Express, jornal londrino ofereceu uma recompensa de mil libras, em dinheiro, pela captura ou morte do animal. Os atiradores de elite esconderam-se nas colinas e alguns dizem mesmo ter visto um "gato enorme, negro e forte", mas não conseguiram dar um único tiro preciso.

A fera ou as feras, na maioria, permaneceram deitadas, mas assim que os soldados foram embora, os ataques recomeçaram. Para complicar, há o fato de que felinos gigantes têm sido vistos por todas as Ilhas Britânicas.

Oficialmente, o único felino não-doméstico reconhecido é o Felis silvestris grampia, um pequeno gato selvagem que vive nas regiões enxarpadas do norte da Inglaterra e Escócia.

Comente!