Nave chinesa vai ensaiar acoplagem espacial

nave-china

A China deu mais um passo para se afirmar como potência espacial. Esta terça-feira foi lançado da base de Jiuquan, no deserto de Gobi, um foguete com uma nave não tripulada, a Shenzhou-8. A 200 quilómetros da Terra deu-se a separação. Dentro de dois dias a nave deverá acoplar ao laboratório Tiangong-1 que se encontra em órbita há um mês, a 343 quilómetros do nosso planeta. Esta manobra, se for bem sucedida, vai permitir à China construir a primeira estação espacial chinesa.


Comente!