Storsjöodjuret, o monstro do Lago Storsjon

Em julho de 1996, turistas conseguiram filmar a criatura por 30 segundos.

storsjoodjuret


“No vídeo, dá para ver umas ondas que se movimentam de uma maneira pouco comum, mas a imagem é bastante clara”, afirma a pesquisadora Ulla Oscarsson, autora de três livros sobre a criatura.

Jamtland é uma cidade na Suécia que se tornou mundialmente famosa, de uma maneira pouco comum. Há vários séculos suspeita-se que uma criatura desconhecida pelos meios científicos habite o lago de Storsjon. A criatura já foi vista por mais de 450 pessoas, desde 1635. A primeira referência escrita sobre a criatura aparece em um documento paroquial, conservado na cidade de Herdal, vizinha ao lago. Mas somente no final do século XIX é que aumentaram o número de informações sobre uma criatura no lago. Em 1894, uma instituição foi criada com o objetivo de capturar a criatura. O então rei da Suécia, Oscar II, afamado pelo seu interresse científico, chegou a contribuir com fundos para o financiamento da busca, mas não há registros de que os esforços tenham originado êxito.

Uma serpente de 14 metros

A maioria das testemunhas oculares, descreve a criatura como uma serpente com aproximadamente 14 metros, com uma cabeça pequena, semelhante à de um cão. Falam também de um certo tipo de movimento em forma de ondas sobre o lago e que logo depois aparecem outras formas, como a de corcovas de um camelo.

Nos dias de hoje as aparições continuam a acontecer. Hongstron é um sueco que diz ter visto a criatura, acompanhado de duas mulheres. “Vimos que algo saia da superfície do lago e nadava com muita rapidez, como uma enguia muito delgada, de cor cinza e definitivamente não era um peixe. De repente, sumiu, nadando muito rápido”, conta.
Há várias outras aparições de criaturas semelhantes em lagos e rios pelo mundo, como na Turquia e na Escócia. Muitos afirmam que 250 seria o número de criaturas desse tipo existentes na Terra e que ainda permanecem “intocadas”…

Comente!